Todos os post de Administrador Do Site

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA E EXTRAORDINÁRIA

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA E EXTRAORDINÁRIA,

Nos termos do Art. 04, 15 e 16 do estatuto da FBS – Federação Baiana de Surf, ficam convocadas as filiadas regulares perante esta entidade, em ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA E EXTRAORDINÁRIA a realizar-se no Campus da UNEB, situada à rua Euvaldo dos Santos, (em frente da Casa do Trabalhador) S/N, Lauro de Freitas, em 31 de janeiro, às 18:30h em primeira convocação com a maioria de seus membros e as 19:30h em segunda convocação com qualquer número de associados, para deliberar sobre a seguinte ordem do dia:

1. Prestação de contas do exercício de 2016;

2. Solenidade de instalação das Comissões das Filiadas, instituídas em 17 de dezembro de 2016, para apresentação dos membros, dos prazos para conclusão da MINUTA e prazos para apresentação dos RELATÓRIOS FINAIS;

3. Atualizações de cadastro e novas filiações;

4. O que ocorrer.

Salvador-BA, 27 de janeiro de 2017

 

Carlos Abdalla
Presidente

COMUNICADO DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLÉIA GERAL FBSURF

Prezadas Afiliadas,

O Presidente da Federação Baiana de Surf, no uso de suas atribuições, e na forma estatutariamente prevista, convoca as Entidades Filiadas e Pre-Filiadas para participarem da 2ª. Assembléia Geral Extraordinária da Federação Baiana de Surf (FBSurf), a ser realizada no dia 18.12.2016 (domingo), das 15:30 às 17:30 hs, na final da terceira e última etapa do Tablas Surf Pro, que acontecerá na Praia de Jaguaribe, em Salvador (BA). As Entidades Filiadas e Pre-Filiadas deverão se fazer representar por seus Presidentes ou na ausência destes por procuradores devidamente habilitados por instrumentos de procuração, que atendam as formalidades legais.

Na oportunidade será efetivada a seguinte pauta:

I) Aprovação da Ata da reunião anterior e informes das ações da FBSurf;

II) Formação da Comissão para elaboração da Reforma Estatutária Social;

III) Formação da Comissão para elaboração do Plano de Trabalho para 2017;

IV) Discussão e encaminhamentos;

V) O que ocorrer.
Contamos com a presença e participação de todas as Afiliadas e demais interessados.

COMUNICADO OFICIAL DA FEDERAÇÃO BAIANA DE SURF

A Federação vem acompanhando atentamente os acontecimentos acerca da proposta de criação de um Liga de Surf e a fundação e organização de algumas associações.
No momento, cabe esclarecer que a Federação Baiana de Surf é regida por um Estatuto que representa a constituição desta Entidade.
Por respeito ao Estatuto e às pessoas que realizam todas a s atividades inerentes ao nosso esporte, concluímos que é o momento de dirimir algumas dúvidas que permeiam os atores em questão:
Convocação de Assembléias da FBsurf – As Assembleias somente poderão ser convocadas pelo Presidente mediante a Edital especícifo conforme Estatuto.
Portanto, devido ao exposto acima, a Federação no uso das suas atribuições alerta ao meio surfístico baiano que se não respeitadas as diretrizes acima não tem validade, não é oficial e aparentemente lesiva aos preceitos legais.
Aproveitamos para alertar também que se houver pessoas que usem da boa fé de outras interessadas, inclusive com arrecadação de dinheiro de pessoas físicas ou jurídicas, usando mesmo que subjetivamente o nome da FBSurf, está incorrendo em má fé passível da ação criminal.
Caso você que participe que alguma associação em processo de fundação e registro ou outra registrada que ainda não seja filiada e tenha interesse em seus direitos federativos, procure imediatamente a diretoria da FBSurf para esclarescimentos adicionais.
A Federação Baiana de Surf em nenhum momento pediu doações a quaisquer entidades ou pessoas físicas e aconselhamos que não sejam feitas novas doações a quem pedir em nome dela e acreditamos que seria a correta atitude que seja exigido o ressarcimento da verba “doada”.
A FBsurf está sempre ao lado das pessoas que realizam o surf no Estado da Bahia.
Para ciencia de todos, estamos comunicando aos órgãos competentes e jurídicos para os fatos acima ocorridos.

A diretoria.

Festival Brasileiro Amador e Baiano de Surf 2015 acontece na Fonte Nova do surf baiano

Stella Maris recebe surfistas do Brasil inteiro. Foto: Gabriel Macedo

Se a Praia de Itaúna, em Saquarema, no Rio de Janeiro é considerada o Maracanã do surf, a Praia de Stela Maris, em Salvador, pode ser considerada a Fonte Nova do surf baiano

Um dos mais tradicionais palcos do Surf Baiano, a Praia de Stela Maris, que já foi cenário de eventos históricos como as primeiras etapas do Circuito Brasileiro, na década de oitenta, recebe, no último final de semana do mês de Julho (25 e 26) e o primeiro de Agosto (1 e 2), a primeira etapa do Circuito Baiano e a última do Circuito Brasileiro de Surf Amador, respectivamente.
A última etapa do Brasileiro será decisiva na formação do time que irá representar o Brasil no Isa World Junior Surfing Championship Contest, evento que será disputado em outubro, na Califórnia, nos Estados Unidos da América e que define os campeões mundiais júnior da International Surf Association (ISA).
Na primeira etapa do Baiano serão disputadas as categorias Open Feminino, Sub 14, Sub 16, Sub 18 e Pro/Am que terá a premiação de R$ 5 mil em dinheiro além de medalhas e troféus além das categorias já citadas, todas as etapas do circuito baiano de surf amador terão também as categorias infantil e master,  as categorias amadores terão como premiação pranchas, blocos, kits, medalhas e troféus.
Já na última etapa do Circuito Brasileiro Amador, as disputas serão entre as categorias, iniciante (até 14 anos), mirim (até 16), Pro/Junior (até 21), Feminino Junior (até 18) e Open (sem limite de idade) masculino e feminino. A premiação do Brasileiro para Iniciante, Mirim, Open e Feminino Júnior e Open será feita com pranchas, blocos, kits, medalhas e troféus. A Pro Junior também terá R$ 5 mil além de medalhas e troféus.
Festival Brasileiro Amador e Baiano de Surf 2015 tem a organização da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf), Federação Baiana de Surf (FBSurf) e da Associação de Surf e Ecologia de Stella Mares (ASESM).

Presidente fala do atual estágio do surf baiano

Adalvo e Abdalla

O surfe baiano está diante de um grande desafio, o de sermos um esporte relevante em nosso Estado. Temos grandes atletas, um litoral com uma variedade enorme de ondas, lojas, empresas do ramo de surfe e grandes fabricantes de prancha.

O quadro nacional nunca esteve tão instável e desanimador, seja na política, esporte ou no social.

Estamos perto de ter o primeiro título mundial de surfe, uma grande feito, mas com ele vem uma grande responsabilidade. A mídia nacional nunca esteve tão atenta para o surfe.

O que faremos? Cada um tem muito a contribuir, a FBS (Federação Baiana de Surfe) está começando do zero, uma gestão nova composta de pessoas experientes, inclusiva e parceira. Com isso, conclamamos todos os envolvidos direta ou indiretamente com o surf, que coloquem suas energias no presente para construirmos um futuro melhor.

Entre as reformulações desta gestão está a direção técnica, onde faremos o possível para agregar todos, capacitando e dando oportunidades aos interessados de acordo com a demanda, levando em conta a postura e capacidade de cada árbitro.

Todos os interessados em fazer parte do quadro técnico, mesmo os que já atuam, envie um email para arbitrosfbs@gmail.com com seu nome, endereço e telefone, esse é o primeiro passo para começarmos a estruturar a comição técnica desta gestão.

A direção técnica da FBS será conduzida por Marco Pellegrino e Carlos Guilherme, desejamos ter uma parceria saudável e contribuitiva, onde todos nós estejamos com o foco no crescimento do surf baiano. Juntos somos mais fortes, forte abraço a todos.

Resultados da segunda etapa do Baiano Amador de Surf e Bodyboarding

A terceira etapa do Circuito Bivolt de Surf e Bodyboarding 2014, apresentada pela Backdoor, foi realizada dias 11 e 12 de outubro, na praia de Stella Maris, em Salvador, Bahia.

Em ondas de meio a um metro, atletas da Bahia, São Paulo e Paraíba disputaram um lugar ao sol no evento que foi válido pela segunda etapa do circuito baiano amador nas duas modalidades.

Na categoria Open, o itacareense Yagê Araújo brilhou e faturou a prova com um surf moderno e consistente. Ian Costa ficou em segundo, Davi Silva em terceiro e Erick Moraes em quarto.

Na Bodyboarding Open o local de Stella Maris Gabriel Braga proporcionou um espetáculo para o público ao arrancar um 10 unânime num backflip e logo depois um 9,5 com outra excelente combinação de resultados. O ilheense Lucas Rodrigues de apenas 15 anos arrancou duas notas acima de 8 e impressionou pela sua qualidade. Os soteropolitanos Edmilson Palma e Rômulo Ornelas também fizeram bonito e terminaram em terceiro e quarto, respectivamente.

Na Júnior quem levou a melhor o ilheense Wallace Júnior, atual campeão brasileiro com até 16 anos. Em segundo ficou o soteropolitano Namor Cayres, deixando os itacareenses Kécio Pereira e Irivan Júnior em terceiro e quarto lugar.

Na Mirim, Wallace Júnior repetiu a dose e venceu a prova, confirmado o favoritismo. Em segundo ficou o itacareense Felix Martins, deixando o soteropolitano Luamar Bispo em terceiro o itacareense Irivan Júnior em quarto.

Na iniciante brilhou a estrela do ilheense Taiwan Chan que arrancou um dez unânime na grande final. Em segundo ficou o itacareense Felix Martins, seguido de seu conterrâneo Daniel Matos que ficou em terceiro e do ilheense Davi do Skate Júnior em quarto.

Na Feminino, a soteropolitana Dani Albuquerque levou a melhor deixando a paulista Fernanda Bonello em segundo, a ilheense Andra Mendes em terceiro e sua conterrânea Laine Silva em quarto.

Na Infantil os ilheenses fizeram a final e Bruno Marroche ganhou a etapa mostrando grande potencial. Em segundo ficou Davi do Skate Júnior, seguido de Hawai Chan.

O patrocínio desta etapa ficou com a Bivolt Power Energy Drink.

O apoio é da Ucla Bodyboards, Metal Vidros, Açaí na Massa, Genesis Bodyboards, Grand Hotel Stella Maris, Três Marias Biquinis e Pernalonga Surfboards.

A Realização é da Associação Ilheense de Surf em parceria com a ASESM, FBSURF, FEBEB, ASAI e AIBB.

A divulgação ficou por conta dos veículos que acreditam no esporte como marca de inclusão social.

Resultados

Master
1 Adson Maurício (Salvador)
2 Luli Alves (Ilhéus)
3 Marcelo Alves (Ilhéus)
4 Anderson Sá (Itabuna)

Open
1 Yagê Araújo (Itacaré)
2 Ian Costa (Salvador)
3 Davi Silva (Itacaré)
4 Erick Moraes (Salvador)

Open Bodyboarding
1 Gabriel Braga (Salvador)
2 Lucas Rodrigues (Ilhéus)
3 Edmilson Palma (Salvador)
4 Rômulo Ornelas (Salvador)

Open Feminino
1 Dani Albuquerque (Salvador)
2 Fernanda Bonello (São Paulo)
3 Andrea Mendes (Ilhéus)
4 Laine Silva (Ilhéus)

Júnior
1 Wallace Júnior (Ilhéus)
2 Namor Cayres (Itacaré)
3 Irivan Júnior (Ilhéus)
4 Kécio Music (Itacaré)

Mirim
1 Wallace Júnior (Ilhéus)
2 Felix Martins (Ilhéus)
3 Luamar Bispo (Salvador)
4 Irivan Júnior (Itacaré)

Iniciante
1 Taiwan Chan (Ilhéus)
2 Felix Martins (Itacaré)
3 Daniel Matos (Itacaré)
4 Davi do Skate Júnior (Ilhéus)

Infantil
1 Bruno Marroche (Ilhéus)
2 Davi do Skate Júnior (Ilhéus)
3 Hawai Chan (Ilhéus)
4 William Sampaio (Salvador)