Arquivo da tag: Time Bahia

A Nova Diretoria da FBSurf Comemora Um Ano de Gestão

A Nova Diretoria da FBSurf, avalia o resultado alcançado em seu primeiro ano de gestão.

9

Depois de 20 anos sem transparência nas gestões, sem disponibilização pública das informações referentes ao desempenho econômico-financeiro, gerenciais, contratos, patrocinadores, direitos de imagem, propriedade intelectual e quaisquer outros aspectos de gestão que digam respeito à preservação e ao desenvolvimento do patrimônio da entidade; Sem prestação de contas de sua atuação de modo claro, conciso, compreensível e tempestivo, assumindo integralmente as consequências de seus atos e omissões e atuando com diligência e responsabilidade no âmbito de sua competência; e sem a garantia da representação da categoria de atletas das respectivas modalidades no âmbito dos órgãos de direção e conselhos técnicos incumbidos da aprovação de regulamentos das competições, bem como das eleições para os cargos da entidade, a nova diretoria da FBSurf tomou posse em 8 de abril de 2018, de uma Federação que se encontrava  paralisada e sem funcionamento, totalmente desacreditada por associações, atletas, órgãos públicos e patrocinadores.

Em Assembléia Geral Ordinária, as eleições aconteceram em Itacaré com voto direto aberto, os representantes das entidades ASEB (Belmonte), ASCV (Canavieiras), AOS (Olivença) AIS (Ilhéus), ASSG (Serra Grande), ASI (Itacaré), ASV (Valença), ASESM (Salvador), ASPI (Lauro de Freitas), ALFSURF (Lauro de Freitas), ACS Camaçari) ASITA (Itacimirim), representantes de Porto Sauípe, além dos representantes dos atletas Profissionais e Amadores, Laszlo Giudice e Ricardo Neves respectivamente, elegeram por aclamação Marcelo Barros para Presidente e Ricardo Luz para Vice- Presidente.

Ao tomar posse foi feito um rápido levantamento, onde a presidência notou que a Federação estava totalmente irregular e inabilitada junto aos órgãos Municipal, Estadual e Federal, com todas as suas contas encerradas em bancos,  todas as certidões positivas, com  um passivo (débito) de mais de R$20.000 (vinte mil reais), e ainda perdeu a Sede da entidade.

Elaboramos um Plano de Ação, objetivando limpar o nome da FBSURF junto aos Órgãos Públicos, pagar todos os débitos, recuperar a Sede no Palácio dos Esportes, abrir nova conta em banco, iniciar o ano de 2019 com saldo positivo em caixa e aptos a fazer convênios com as Instâncias de Governança Públicas e Privadas. E graças a Deus e ao esforços e trabalhos de toda equipe conseguimos excito e alcançamos todos esses objetivos e muito mais.

Com apenas dois meses de gestão a atual Diretoria conseguiu apoio da Sudesb e da marca Trip para levar a Equipe Baiana Amadora para representar o Estado nas quatro Etapas do Campeonato Brasileiro amador inclusive, fomos campeões na primeira etapa em Maracaipe (PE), na categoria sub 16 com o atleta ilheense David Mendes, onde terminamos o ano de 2018 na sexta colocação no geral, entre as 12 equipes participantes.

Em 2018 também participamos e homologamos os campeonatos de Porto Sauipe (Baiano Pro), o Morro de São Paulo (Baiano Pro), Piruí  (Baiano Am), Brasileiro Pro (Itacaré), Brasileiro Master (Itacaré ) e o WQS Mundial (Itacaré).

Realizamos Assembleia Geral Extraordinária para aprovação do estatuto e criação do livro de regras e em consonância com as normas estatutárias e com a Lei 9.615, a diretoria apresentou em Assembléia Geral Ordinária, o relatório das atividades da presidência, bem como prestou contas para as entidades com parecer técnico  do Conselho Fiscal.

Foram 12 messes de trabalho duro para trazer de volta a credibilidade para a FBSURF e ainda temos um longo caminho para atrair maior numero de adeptos, atletas, praticantes e patrocinadores para o fomento ao surfe de firma duradouro. A nova geração que está chegando precisa conhecer a história do surf na Bahia e se sentir honrada em ser atleta de surf profissional no estado. Os atletas são a veia pulsante do esporte e temos a consciência que é preciso um maior acompanhamento da base, na sua transição para o profissional.

Para esse ano 2019, apresentamos um Cronograma de atividades com as seguintes ações: Circuito Baiano profissional e amador; Seminário Baiano de Surf com cinco eixos temáticos; curso para novos juízes; reciclagem para juiz em atividade.Também faz parte das nossas atividades auxílio jurídico a todas as Filiadas e Vinculadas para regularização das entidades de Surf na Bahia.

A presidência acredita muito na capacidade de trabalho de cada membro da diretoria e queremos contar com a paciência, ajuda e apoio de todos os nossos atletas, do staff técnico da Federação, dos produtores de evento e dos empresários. Pedimos um voto de confiança para que possamos fazer nosso trabalho com transparência e em total respeito aos nossos atletas e sabemos que sem atletas não tem surf,  sem atletas não tem show de manobras.

Por último queremos convidar a todos os atletas da Bahia que pensam em construir uma nova história da gestão do Surfe Baiano, junto com a nova diretoria da Federação. Esperamos todos os atletas na Primeira Etapa do Circuito Baiano que será nos dias 19 a 21 de abril na Praia de Ipitanga Lauro de Freitas que depois de 10 anos, volta a ganhar uma etapa baiana de Surf "</p

Sistema de Inscrições e Filiação do Circuito Baiano de Surf 2019

FBS 2019

Os atletas que quiserem participar dos eventos que serão válidos pelos Circuitos Baianos de Surf em 2019 deverão seguir os seguintes procedimentos para que a sua inscrição seja confirmada:

As inscrições deverão ser feitas através de depósito bancário na seguinte agência e conta corrente.

Banco da Caixa Econômica Federal

Agência: 3206-013

Conta Corrente: 32833-2

De acordo com o Regulamento da FBSurf, uma inscrição somente será validada quando solicitada por e-mail(fbsurfbahia@yahoo.com), direto a FBSurf. A ordem cronológica da data/hora de recebimento do e-mail que o atleta ou pai enviar com TODOS os dados e documentos necessários (copia do RG do atleta + termo de isenção de responsabilidade, preenchida pelos pais e/ou responsáveis + xerox/foto do comprovante de depósito na conta da FBSurf, é o documento de comprovação de quem se inscreveu primeiro.

* No processo de inscrição, junto ao envio do seu nome, o atleta deverá também declarar a qual Associação ele é filiado, no caso de não ser filiado a nenhuma, será dado um prazo até 30 de junho para que todos os atletas baianos se filiem às associações de suas praias.

É importante destacar que as inscrições são limitadas por categoria, e podem ser encerradas a qualquer momento, sem aviso prévio.

Os atletas que efetuarem todos os procedimentos descritos acima e não comparecerem para disputar as suas baterias no evento em que estejam inscritos, por qualquer que seja o motivo, configurando o W.O. (ausência), perderão as suas inscrições, ficando o valor de posse da FBSurf para que faça uso adequado do referido valor, não tendo os atletas direito à restituição dos valores pagos.

Outros procedimentos (alíneas I a VIII).

I – Só serão aceitas inscrições no local do evento, caso existam vagas disponíveis e/ou para atletas alternates, devido ao não comparecimento de algum atleta previamente inscrito.

II – Quando alguma das categorias acima não completar o número máximo de vagas será permitido o remanejamento de vagas para outras categorias, desde que nunca exceda os números oficiais de tempo ou baterias, no cronograma do evento.

III – As inscrições serão realizadas de segunda-feira a sexta-feira da semana anterior à semana do evento (14 a 07 dias antes do inicio do evento), Os surfistas com prioridade (vide quadro explicativo) devem fazer suas inscrições nesses dias, obedecendo à ordem de chegada das inscrições.

IV – Para pontuar no Ranking, todos os competidores devem efetuar sua filiação na FBSurf.

V – Apenas no caso de haver vagas, as inscrições poderão ser feitas na semana do evento até as 18 h de quarta-feira.

VI – As inscrições efetuadas que não conseguirem vagas serão devolvidas por depósito bancário.

VII – Os atletas que pagarem as suas inscrições com cheques sem fundos ou deliberadamente tentarem ludibriar a organização através de depósitos em caixas-rápidos com valores irregulares, receberão uma multa no valor do depósito e ficarão suspensos de todo e qualquer evento homologado pela FBSurf até que o débito pendente seja quitado junto à entidade. Caso algum atleta venha a efetuar um depósito com um envelope vazio, tal atitude será classificada como má fé e o mesmo será multado em duas vezes o valor da inscrição, além de ser suspenso por três etapas do Circuito que estiver participando, com a pena extensiva ao ano seguinte se for necessário.

VIII – Os prazos para cancelamento de inscrição será sempre 72 horas antes do inicio do evento a partir dessa data não será aceito pedido de cancelamento (salvo por motivo de saúde ou contusão), mesmo que a vaga seja preenchida no local do evento.

Prioridade de Inscrições:

Tem prioridade de inscrições.

I – Competidores que pertençam a Associação Sede do Evento, por ordem de chegada de inscrição (o numero varia em função das vagas permitidas por categoria).

II – Competidores da Região do Evento, por ordem de chegada de inscrição. (o numero varia em função das vagas permitidas por categoria)

III – Competidores de todas as Regiões do estado, por ordem de chegada de inscrição (o numero varia em função das vagas permitidas por categoria)

IV – Competidores de outros estados, por categoria, obedecendo à ordem de chegada das inscrições (o numero varia em função das vagas permitidas por categoria).

SISTEMA DE FILIAÇÃO

Todos os atletas Baianos terão que se filiarem para poder pontuar nos rankings dos circuitos FBSurf.

A taxa filiação de atleta PROFISSIONAL será de R$ 100,00 para pagamento anual ou 2 vezes de R$ 50,00 em pagamento até a segunda etapa. A taxa filiação de atleta AMADOR será de R$ 50,00 para pagamento anual ou 2 vezes de R$ 25,00 em pagamento até a segunda etapa. Para o ano de 2019.

Todos os atletas que anteciparem o pagamento da taxa de filiação terão um desconto de 20% sobre o valor das inscrições + filiação.

Os atletas de outros estados não pagam Filiação e, portanto não entram nos rankings e premiações finais de circuito.

As Filiações seguem as seguintes regras:

I – Membro Residente Amador: Atletas de outros estados ou país, residentes no estado da Bahia por no mínimo 02 anos (02 temporadas completas) para amadores.

II – Membro Residente Profissional: atletas de outros estados ou país, residentes no estado da Bahia por no mínimo 03 anos (03 temporadas completas) para profissionais.

III – Não residentes, não disputarão os títulos e pré-classificações dos Circuitos Baianos. (exceção será feitas aos baianos residindo temporariamente em outros estados).

NOTA DE ESCLARECIMENTO FBSURF

cropped-001

A Federação Baiana de Surf vem a público esclarecer sobre algumas afirmações feita pelo blogueiro Demétrio Vecchioli, na matéria intitulada “Dossiê mostra que federações de fachada ‘comandam’ o surfe no Brasil”, para o Blog Olhar Olímpico, em 04 de março deste ano.

6

A FBSurf recebeu com surpresa o afastamento do presidente da CBS pela Justiça Federal de Brasília e não nos coube outra posição se não acatar a decisão judicial. Dias depois dessa decisão judicial o presidente Marcelo Barros recebeu um telefonema do vice presidente da CBSurf que assumiu o cargo interinamente, Sr. Guilherme Pollastri, onde sugeriu um encontro com outras federações em Maracaípe, no estado de Pernambuco. Acatando a decisão judicial Marcelo Barros informou a diretoria da Federação Baiana de Surf, o convite feito pelo presidente interino e após a confirmação da presença de outros presidentes de federações do Brasil a FBSurf assumiu o compromisso de estar presente no encontro em Pernambuco.

O resultado do encontro em Pernambuco apontou para uma nova reunião no Rio de Janeiro para uma Assembleia Geral Extraordinária com a participação demais Federações do Brasil, para afastamento do presidente Adalvo Argolo,  que neste intervalo, a Justiça Federal tomou a decisão de reconduzir ao cargo o presidente afastado e a Federação Baiana de Surf, mais uma vez, acatando a decisão judicial resolveu não comparecer ao encontro no Rio de Janeiro, uma vez que a assembléia não teria validade jurídica, da mesma forma que houve esse entendimento por outras Federações que estiveram presentes na reunião em Maracaípe e não compareceram ao ato do dia oito de março.

A Federação Baiana de Surf prima pela obediência as decisões judiciais e a ordem pública, temos um compromisso com o surf e com os atletas do nosso estado, que é fazer o melhor pelo esporte e para os atletas, não vamos entrar em disputas políticas nem questões particulares. Quanto às acusações do dossiê produzido pelo shaper carioca Henry Lelot, que usou uma rede de contatos nos estados para identificar o real funcionamento das Federações, cabe às mesmas se defenderem.

Todavia, quanto à afirmação do blogueiro Demétrio Vecchioli, onde classifica dissimuladamente as Federações sendo contra ou a favor de derrubar o presidente eleito da CBSurf, sem aumenos entrar em contato oficial com os representantes legais das mesmas, para conhecer suas reais posições, a FBSurf declara que não pertence a nenhum grupo político, que não é a favor ou contra qualquer  dirigente eleito, que respeita todos de igual forma e que além de ter um grande trabalho a fazer pelo Surf do estado da Bahia, a nova Diretoria  Executiva da FBSurf sempre esteve e sempre estará do lado da VERDADE, e chamais apoiaria quaisquer atos de irregularidades cometidas pelos membros dos cargos eletivos, tanto da Presidência quanto do Conselho Fiscal, assim como dos cargos de confiança da CBSurf.

A grande oportunidade de esclarecimento de todas as denuncias contra a presidência da CBSurf, será na Assembléia Geral Ordinária, que deverá acontecer, estatutariamente,  até o dia 31 de março, onde será apreciado o Relatório Anual do Presidente relativo às atividades e as Contas do exercício de 2018, precedidas do parecer do Conselho Fiscal, observando os princípios fundamentais das Normas Brasileiras de contabilidade, para serem aprovadas ou não pelas Federações filiadas adimplentes.

No âmbito estadual

Aproveitando a oportunidade, a FBSurf esclarece também que não guarda rancor nem mágoas dos que nada fazem além de falar, falar e de torcer contra o nosso esforço voluntário de fazer o melhor pelo surf e por nossos atletas que, merecem nosso sacrifício por acreditar que na Bahia temos atletas de grande potencial e é pelos que acreditam em nossa luta que trabalhamos com amor e dedicação.

Esta nova gestão da Federação Baiana de surf, que começou em 8 de abril de 2018, portanto há quase 11 meses e encontrou a Federação Baiana de surf com o passivo de quase R$20.000 (vinte mil reais), entre débitos com a Receita Federal, Secretaria da Fazenda Estadual, Prefeitura Municipal de Salvador além de algumas contas em bancos encerradas. Totalmente acéfala e sem funcionamento administrativo, sem sede própria, a Federação Baiana de surf não tinha funcionabilidade nem vínculos institucionais com as Instâncias de Governança do Estado da Bahia.

Desde 2015, quando foi campeã brasileira amadora, a equipe baiana de surfe não mas disputou competições nacionais trazendo grandes prejuízos aos atletas, às instituição, bem como ao surf baiano. Numa força tarefa, envolvendo toda a diretoria da Federação Baiana de Surf, procuramos todos os órgãos públicos e instituições financeiras com os quais a Federação tinha pendências e fizemos um levantamento para avaliarmos a situação. Propomos parcelamento de todas as dívidas da FBSurf e hoje zeramos todas as pendências da Federação. Estamos com todas as certidões negativas e já podendo realizar Convênios e parcerias com todos os Órgãos Públicos. Estamos com saldo POSITIVO na Caixa Econômica Federal, Agência 4668, Conta Corrente 668-6.

No ano passado, com três meses da nova gestão, já tínhamos feito visitas a vários órgãos do estado que abriram as portas para a Federação Baiana de Surf e por conta disso, em julho de 2018, porém com apenas quatro meses de gestão numa parceria com a SUDESB, levamos a equipe baiana de surf amador voltar a participar do Circuito Brasileiro, depois de quatro anos sem competir. A primeira etapa aconteceu em Maracaípe estado do Pernambuco e a equipe baiana foi campeã na categoria sub 16 com o atleta David Mendes.

Em Assembleia Geral Ordinária, que aconteceu no dia 8 de fevereiro de 2019, em Salvador, como determina o estatuto da entidade, com a presença de todas as filiadas, vinculadas e representantes dos atletas, após 20 anos a Federação Baiana de surf presta contas ao Conselho Fiscal do exercício de 2018, onde todas as contas foram aprovadas por unanimidade  pelos presentes e pela primeira vez na história da FBSurf, o relatório das atividades, os balancetes de movimentação financeira, bem como o relatório de aprovação do conselho fiscal, encontram-se disponíveis no site da instituição, seguindo a risca os princípios de transparência, eficiência e responsabilidade corporativa.

Há poucos dias foi anunciado: o planejamento anual de trabalho da Federação Baiana de surf que incluem, o Circuito Baiano   de surf com três etapas institucionais na categoria profissional, que serão válidas pelo Ranking da ABRASP, atraindo surfistas de alto nível técnico para o Circuito Baiano Profissional 2019, além de cinco etapas institucionais na categoria amadora; a realização de um Seminário Baiano de surf, com cinco eixos temáticos; a realização de um curso de formação de novos juízes e reciclagem para o quadro existente; além de ter sido anunciado também o chamamento de uma AGE específica para a criação da Comissão Permanente dos Atletas que terão direito a voto, fazendo da Federação Baiana de Surf a única no Brasil a ter uma comissão de atletas, como orienta as novas diretrizes do COB -Comitê Olímpico Brasileiro.

Também foram convocadas todas as filiadas para entrega da documentação para revalidar as filiações junto à Federação Baiana de Surf, assim como foram convidadas todas as Associações e Clubes de Surf que desejam se filiar ou se vincular à Federação Baiana Surf e possam ter seus eventos homologados pela FBSurf. Estamos buscando fortalecer as associações por entendermos que elas são fomentadoras do surf de base e responsáveis diretas pelo aparecimento de novos talentos do surf da Bahia e, nós devemos dar todo apoio as nossas filiadas vinculadas e clube de surf que estejam alinhadas com os nossos propósitos.

Por fim, mas não menos importante, depois de cinco anos, a Federação Baiana de Surf voltou a ter sua sede própria no edifício do Palácio dos Esportes, primeiro andar, na praça Castro Alves, no centro de Salvador.

A Federação Baiana continua acreditando no Surf, nos nossos atletas, nos dirigentes das entidades e permanece sempre aberta às opiniões, sugestões, dicas e críticas construtivas que possam contribuir para a evolução do Surf no Estado da Bahia e no crescimento e desenvolvimento das entidades filiadas e vinculadas.

ALOHA!

Presidência da FBSurf Segue Agenda de Trabalho e se Reúne com autoridades.

Na articulação direta para garantir a realização institucional do Circuito Baiano Profissional e Amador 2019, suporte para a Equipe Baiana que irá representar o estado nas competições do Circuito Brasileiro da CBSURF e também a realização do inédito Seminário Baiano de Surf, o Presidente Marcelo Barros e o Vice-presidente Ricardo Luz segue com uma agenda extensa durante a semana que antecede o carnaval.

1

Barros e Luz se reuniram na manhã desta quinta-feira (21), com o superintendente da Sudesb, o Professor Elias Nunes Dourado, para reafirmar a parceria com órgão, que a partir do dia 01 de março passará o bastão para o ex-secretário da pasta de Esporte, Trabalho e Renda do  governo estadual (Setre), Vicente Neto.

2

Já na tarde desta sexta-feira (22) o Presidente Marcelo Barros, em seu terceiro dia de agenda na Capital, teve um encontro com o administrador do UNISPORT, o Dr. José Sandes, o qual confirmou a conquista da nova sede da Federação Baiana de Surf, que fica na Praça Castro Alves nº 01, Ed. Palácio dos Esportes, 1º Andar, Cep: 40.020-160, onde a partir da próxima segunda-feira (25) a Diretoria tomará posse do imóvel e  vai buscar mobiliar a sala e definir o expediente do escritório.

Federação Baiana de Surf anuncia Cronograma para 2019.

Nota Oficial 003/2019

Ilmos.
Senhores atletas, competidores e dirigentes das associações filiadas.
Segundo as demandas sociais, a Federação Baiana de Surf vem a público comunicar aos interessados o seu planejamento de atividades para o exercício 2019 a saber:

1. Filiação e Regularização das Entidades.

Convocamos todas as Associações filiadas para renovação das suas filiações junto à Federação Baiana de surf, assim como as Associações e Clubes de surf que desejam se filiar ou vincular a Federação Baiana. Informamos que estaremos recebendo via e-mail (fbsurfbahia@yahoo.com) toda a documentação necessária (http://www.fbsurf.com.br/filiacao/), até o próximo dia 31 de março.

2. Criação da COMISSÃO de Atletas.

Na primeira quinzena do mês de março será convocada uma AGE- Assembleia Geral Extraordinária para ser constituída uma Comissão de Atletas com o objetivo de garantir a representação da categoria de atletas das respectivas modalidades no âmbito dos órgãos e conselhos técnicos incumbidos da aprovação de regulamentos das competições; (Incluído pela Lei nº 12.868, de 2013)  (Produção de efeito), possibilitando aos mesmos maior participação nas decisões, democratizando o direito de acesso aos atletas que são os maiores beneficiados com essas normatizações.

3. Seminário Baiano de SURF.

Estamos planejando um seminário do surf baiano nos dias 18 e 19 do mês de abril, durante a abertura da primeira etapa do Circuito Baiano de surf PRO/AM, por entendermos que o surfe nacional passa por grave crise institucional e administrativa, onde se faz necessário dar um rumo correto ao surf baiano, justamente no momento em que o esporte participará da sua primeira olimpíada.

Abordaremos vários temas em seis eixos temáticos; I) Organização Institucional (jurídico e esportivo) que vai tratar desde filiação e vinculação das entidades junto à FBSURF, até a organização das entidades; II) Formação e requalificação do quadro técnico; III) Pilares na composição de treinamento para atletas e competidores IV) Comunicação e marketing; V) Captação de recursos através das Leis de incentivo ao esporte; VI) Sustentabilidade em eventos esportivos cumprindo normas da ISO 20.121

4. Calendário do Circuito Baiano de SURF para 2019.

Março (30 e 31), Campeonato Brasileiro de Sup – Race – Camaçari – Ba.

Abril (19, 20 e 21), Campeonato Baiano – Profissional / Amador – Lauro de Freitas – Ba.

Maio (18 e 19), Campeonato Baiano – Amador –  Ilhéus – Ba.

Junho (7, 8 e 9), Campeonato Brasileiro Feminino – Profissional – Itacaré – Ba

Junho (14, 15 e 16), Campeonato Baiano – Profissional / Amador – Itacaré Ba.

Setembro (14 e 15), Campeonato Baiano – Amador –  Valença – Ba.

Outubro (data a confirmar), Campeonato Brasileiro Júnior – Amador – Bahia

Outubro (data a confirmar), CBSurf – Training Camps – Bahia.

Outubro (data a confirmar), Campeonato Brasileiro Máster – Amador – Bahia

Novembro (8, 9 e 10), Campeonato Baiano – Profissional / Amador – Camaçari – Ba.

5. Formação da Equipe Baiana de Surf Amador.

A Federação Baiana estará promovendo a formação da Equipe Amadora de SURF que irá representar o estado da Bahia, nas disputas do Campeonato Brasileiro Tour 2019 nas modalidades Sub 14,16,18 e feminino. Nos próximos dias, de acordo com o artigo 18, incisos X e XI, do estatuto, a Diretora Técnica da FBSurf convocará de suas filiadas regulares as fichas de registro atualizadas de seus atletas para convocação da equipe e apresentará um planejamento de atividades e treinamento para os mesmos.
Salvador, 13 de fevereiro de 2019

Luciano Marcelo Mato Grosso – Presidente da Federação Baiana de Surf.

Baterias e Cronograma III Etapa do CBSURF Junior Tour

Prainha, em São Francisco do Sul, será o Palco da 3ª etapa do Circuito Brasileiro Júnior 2018. 9 estados já estão confirmados.
cartaz para divulgação
A CBSurf confirmou no início desta semana os primeiros confrontos do Pró Ilha CBSurf Júnior Tour 2018.O líder da categoria Sub18, Leonardo Barcelos vai enfrentar o baiano Davi Mendes e o vencedor da última etapa do Circuito Adriano de Souza, na praia do Morro das Pedras, em Florianópolis, o local da Prainha, em São Chico, Arthur Romão. Na Sub16, o líder potiguar Mateus Sena, enfrenta o paulista Daniel Adisaka, o baiano Diogo Santos e o catarinense Gustavo Ramalho.

Líderes do Circuito Baiano 2018 após cinco etapas

Pela primeira vez na história do surf baiano a primeira Capital Brasileira segue no Circuito Baiano de Surf após cinco etapas sem representantes na disputa por títulos em quase nenhuma das categorias. Os atletas da Costa do Cacau, principalmente de Ilhéus vêm dominando as competições e lideram na maioria das categorias.

PRO
Foto: Fabriciano Jr

Após uma sétima colocação em Sauípe e uma vice campeonato em Morro de São Paulo, o Itacareense Davi Silva lidera o ranking baiano de surf na Profissional, sagrando-se campeão da categoria caso não haja a confirmação uma terceira etapa ainda em 2018.

Continue reading Líderes do Circuito Baiano 2018 após cinco etapas

BALANÇO DO PRIMEIRO DIA DO MARESIA JÚNIOR SP

9
FOTOS DIVULGAÇÃO. CRÉDITO: ALEKO STERGIOU

Os baianos Davi Mendes, Bruno Marroche e Hawai Chan foram os únicos do Time Baiano que avançaram para a segunda fase do Maresia CBSurf Junior SP, iniciado neste sabado (4) em São Paulo.

4
FOTOS DIVULGAÇÃO. CRÉDITO: JUNIOR SOUZA

Já Taiwan Chan e Daniel Matos na Sub 18, Darlan Marques e Diogo Santos na Sub 16 e Kaiaki Araujo, Braian Ramos, Breno Matos e Kaio Silva na Sub 14, acabaram eliminados nas baterias de abertura da primeira rodada.

FOTOS DIVULGAÇÃO. CRÉDITO: JUNIOR SOUZA
FOTOS DIVULGAÇÃO. CRÉDITO: JUNIOR SOUZA

Na segunda fase da competição, Bruno Marroche abriu bem a segunda bateria e chegou a liderar durante os primeiros 10 minutos, mas seus oponentes escolheram melhores ondas e avançaram, deixando Bruno na 9ª colação no geral. Davi Mendes que era o único baiano com chances de conquistar uma vaga na seleção brasileira para o Mundial Sub18, na Califórnia/EUA, perdeu a batalha e também deu adeus à competição, terminando em 13º lugar, somando 282 pontos no ranking.

FOTOS DIVULGAÇÃO. CRÉDITO: JUNIOR SOUZA
FOTOS DIVULGAÇÃO. CRÉDITO: JUNIOR SOUZA

Hawai Chan venceu a última bateria do dia na Sub 14 e é o único atleta do Time Baiano que volta pra água no domingo (5) e segue firme na luta pelo título na Praia de Maresias, em São Sebastião (SP).

image003

Foi dada a largada do Maresia Júnior SP 2018

8
FOTOS DIVULGAÇÃO. CRÉDITO: ALEKO STERGIOU

Valendo vagas nas categorias sub18 e na sub16, no masculino e na feminina, a 2ª etapa do Brasileiro de base é decisiva para formar a seleção ISA World Junior Surfing Championship, o Mundial Sub18, na Califórnia/EUA. A seleção contará com 12 atletas, três em cada categoria – sub18 e sub16 masculinas, sub18 e sub16 femininas, sendo que em cada faixa etária, dois representantes serão definidos pelo ranking (etapas de Pernambuco e São Paulo) e o terceiro convidado pela Confederação Brasileira de Surf.

Davi Mendes BA venceu Sub 16 na abertura CBSurf Júnior Ipojuca, PE Tour Foto Cláudio Damangar 1
FOTOS DIVULGAÇÃO. CRÉDITO: JUNIOR SOUZA

Entre as forças presentes em Maresias, destaque para o baiano Davi Mendes, líder da sub16 com chances reais de integrar a seleção brasileira nos Estados Unidos.

wp_ss_20180804_0001
FOTOS DIVULGAÇÃO. CRÉDITO: JUNIOR SOUZA

O Time Bahia está bastante motivado para conquistar bons resultados… Aloha!!!

image003