Resultados da segunda etapa do Baiano Amador de Surf e Bodyboarding

A terceira etapa do Circuito Bivolt de Surf e Bodyboarding 2014, apresentada pela Backdoor, foi realizada dias 11 e 12 de outubro, na praia de Stella Maris, em Salvador, Bahia.

Em ondas de meio a um metro, atletas da Bahia, São Paulo e Paraíba disputaram um lugar ao sol no evento que foi válido pela segunda etapa do circuito baiano amador nas duas modalidades.

Na categoria Open, o itacareense Yagê Araújo brilhou e faturou a prova com um surf moderno e consistente. Ian Costa ficou em segundo, Davi Silva em terceiro e Erick Moraes em quarto.

Na Bodyboarding Open o local de Stella Maris Gabriel Braga proporcionou um espetáculo para o público ao arrancar um 10 unânime num backflip e logo depois um 9,5 com outra excelente combinação de resultados. O ilheense Lucas Rodrigues de apenas 15 anos arrancou duas notas acima de 8 e impressionou pela sua qualidade. Os soteropolitanos Edmilson Palma e Rômulo Ornelas também fizeram bonito e terminaram em terceiro e quarto, respectivamente.

Na Júnior quem levou a melhor o ilheense Wallace Júnior, atual campeão brasileiro com até 16 anos. Em segundo ficou o soteropolitano Namor Cayres, deixando os itacareenses Kécio Pereira e Irivan Júnior em terceiro e quarto lugar.

Na Mirim, Wallace Júnior repetiu a dose e venceu a prova, confirmado o favoritismo. Em segundo ficou o itacareense Felix Martins, deixando o soteropolitano Luamar Bispo em terceiro o itacareense Irivan Júnior em quarto.

Na iniciante brilhou a estrela do ilheense Taiwan Chan que arrancou um dez unânime na grande final. Em segundo ficou o itacareense Felix Martins, seguido de seu conterrâneo Daniel Matos que ficou em terceiro e do ilheense Davi do Skate Júnior em quarto.

Na Feminino, a soteropolitana Dani Albuquerque levou a melhor deixando a paulista Fernanda Bonello em segundo, a ilheense Andra Mendes em terceiro e sua conterrânea Laine Silva em quarto.

Na Infantil os ilheenses fizeram a final e Bruno Marroche ganhou a etapa mostrando grande potencial. Em segundo ficou Davi do Skate Júnior, seguido de Hawai Chan.

O patrocínio desta etapa ficou com a Bivolt Power Energy Drink.

O apoio é da Ucla Bodyboards, Metal Vidros, Açaí na Massa, Genesis Bodyboards, Grand Hotel Stella Maris, Três Marias Biquinis e Pernalonga Surfboards.

A Realização é da Associação Ilheense de Surf em parceria com a ASESM, FBSURF, FEBEB, ASAI e AIBB.

A divulgação ficou por conta dos veículos que acreditam no esporte como marca de inclusão social.

Resultados

Master
1 Adson Maurício (Salvador)
2 Luli Alves (Ilhéus)
3 Marcelo Alves (Ilhéus)
4 Anderson Sá (Itabuna)

Open
1 Yagê Araújo (Itacaré)
2 Ian Costa (Salvador)
3 Davi Silva (Itacaré)
4 Erick Moraes (Salvador)

Open Bodyboarding
1 Gabriel Braga (Salvador)
2 Lucas Rodrigues (Ilhéus)
3 Edmilson Palma (Salvador)
4 Rômulo Ornelas (Salvador)

Open Feminino
1 Dani Albuquerque (Salvador)
2 Fernanda Bonello (São Paulo)
3 Andrea Mendes (Ilhéus)
4 Laine Silva (Ilhéus)

Júnior
1 Wallace Júnior (Ilhéus)
2 Namor Cayres (Itacaré)
3 Irivan Júnior (Ilhéus)
4 Kécio Music (Itacaré)

Mirim
1 Wallace Júnior (Ilhéus)
2 Felix Martins (Ilhéus)
3 Luamar Bispo (Salvador)
4 Irivan Júnior (Itacaré)

Iniciante
1 Taiwan Chan (Ilhéus)
2 Felix Martins (Itacaré)
3 Daniel Matos (Itacaré)
4 Davi do Skate Júnior (Ilhéus)

Infantil
1 Bruno Marroche (Ilhéus)
2 Davi do Skate Júnior (Ilhéus)
3 Hawai Chan (Ilhéus)
4 William Sampaio (Salvador)

Segunda etapa do Circuito Bivolt de Surf e Bodyboarding 2014 – Resultados

Foi realizada nos dias 6 e 7 de setembro, na praia da Tiririca, em Itacaré, Bahia, a segunda etapa do Circuito Bivolt de Surf e Bodyboarding, válida pela primeira etapa do circuito baiano amador nas duas modalidades. Os melhores atletas da Bahia marcaram presença na prova que contou com o domínio dos itacareenses em ondas de 1,5 metros e cerca de 100 atletas.
Na categoria Open, o itacareense Davi Silva mostrou que é um dos surfistas mais competitivos do estado e faturou a etapa numa virada emocionante na última onda. Davi abusou das inversões, batidas e rasgadas na pressão para faturar a etapa. Em segundo e terceiro e lugar ficaram seus conterrâneos Iago Silva e Igor Farias, respectivamente, que fizeram belas atuações na prova. Em quarto lugar finalizou o soteropolitano Lucas Silva, outro que fez bonito durante a competição.
Na Master, o local de Salvador Esdras Santos venceu a prova e deixou seu conterrâneo Bruce Kamonk em segundo. O itabunense Anderson Sá finalizou em terceiro e o soteropolitano Hélio Rocha completou a final em quarto.
Na categoria Open Bodyboarding, o ilheense Lucas Rodrigues mostrou muita consistência e com apenas 15 anos levou o título da etapa, largando na frente do tour 2014. O soteropolitano Edmilson Palma, Bicampeão Baiano Amador, terminou em segundo enquanto os ilheenses Mateus Silva e Arley Santos,completaram o pódio na terceira e quarta posição.
Na categoria Feminino quem levou a melhor foi a paulista Fernanda Bonello, atual campeã do circuito, que mostrou muita disposição nas ondas de Itacaré. Ingrid Topolanski, atleta de Santa Cruz Cabrália, foi a vice-campeã da etapa, deixando Atauana Silva de Itacaré em terceiro e a atleta de Barra Grande, Mariana Padilha em quarto.
O ilheense Wallace Júnior, atual campeão brasileiro até 16 anos, faturou a categoria Junior com uma atuação sólida e segue firme em busca de mais títulos. Os itacareenses completaram o pódio com os talentosos com o vice-campeão Salomão Martins, o terceiro colocado Igor Araújo e Kécio Music na quarta posição.
A categoria Mirim contou com a vitória do inspirado Felix Martins, fazendo a festa da torcida local. Em segundo ficou o ilheense Wallace Júnior, deixando o itacareense Irivan Júnior em terceiro e o soteropolitano Namor Cayres em quarto.
O itacareense Felix Martins foi o melhor na categoria iniciante com uma atuação impecável, deixando o ilheense Taiwan Chan em segundo, André Oliveira também de Ilhéus em terceiro e o itacareense Daniel Matos em quarto.
Na Infantil brilhou a estrela de Lucas Music que venceu a etapa. O ilheense Bruno Marroche finalizou em segundo seguido do itacareense Kaiky Araújo em terceiro e o ilheense Davi Mendes em quarto.
Agora o Circuito energizará a capital baiana e você pode conferir novidades acessando o facebook Bivolt Energy Drink, Associação Ilheense de Surf e Federação Baiana de Surf.
A segunda etapa do Circuito Bivolt de Surf e Bodyboarding apresentada pela Backdoor Surf Shop tem o patrocínio da Bivolt Energy Drink.
O Apoio fica por conta da Prefeitura Municipal de Itacaré, Secretaria de Esporte, cultura e lazer, Secretaria de turismo, Metal Vidros, Pernalonga Surfboards, Genesis Bodyboards, The One Fyns e Biquínis Três Marias.
A realização é da Associação Ilheense de Surf e Associação Ilheense de Bodyboarding em parceria com a Associação de Surf de Itacaré e homologação da Federação Baiana de Surf e Federação de Bodyboard do Estado da Bahia.
 A Cobertura completa você acompanhar nos veículos que apoiam o esporte baiano. Mais informações na página do facebook Associação Ilheense de Surf ou Bivolt Energy Drink. Contato por telefone pelo número 73 9160-6838.
Resultados
Master
1 Esdras Santos (Salvador)
2 Bruno Kamonk (Salvador)
3 Anderson Sá (Itabuna)
4 Hélio Rocha (Salvador)
Open
1 Davi Silva (Itacaré)
2 Iago Silva (Itacaré)
3 Igor Farias (Itacaré)
4 Lucas Silva (Salvador)
Open Bodyboarding
1 Lucas Rodrigues (Ilhéus)
2 Edmilson Palma (Salvador)
3 Mateus Silva (Ilhéus)
4 Arley Santos (Ilhéus)

Open Feminino
1 Fernanda Bonello (São Paulo)
2 Ingrid Topolanski (Santa Cruz Cabrália)
3 Atauana Silva (Itacaré)
4 Mariana Padilha (Barra Grande)
Junior
1 Wallace Júnior (Ilhéus)
2 Salomão Martins (Itacaré)
3 Igor Araújo (Itacaré)
4 Kécio Music (Itacaré)
Mirim
1 Felix Martins (Itacaré)
2 Wallace Júnior (Ilhéus)
3 Irivan Júnior (Itacaré)
4 Namor Cayres (Salvador)
Iniciante
1 Felix Martins (Itacaré)
2 Taiwan Chan (Ilhéus)
3 André Oliveira (Ilhéus)
4 Daniel Matos (Itacaré)
Infantil
1 Lucas Music (Itacaré)
2 Bruno Marroche (Ilhéus)
3 Kayki Araújo (Itacaré)
4 Davi do Skate Júnior (Ilhéus)
Fonte:

Agência Ripstar
Victor Kruschewsky Montargil

Pousadas parceiras de Itacaré para o Bivolt – Backdoor 6 e 7 de setembro.

Pousada Terral – diária pra duas pessoas 100 reais  com café http://www.itacare.com/member/page.php?page=330&lang=pt -73 – 3251 2213.Pousada Shangri-la - http://www.pousadashangrila.net/

Pousada Tanara –  http://www.pousadatanara.com/

Pituba Hostel –  https://www.facebook.com/pitubashostel?ref=ts&fref=ts – 073 9964-9040

Pousada Lanai –  http://www.pousadalanai.com.br/pousada.htm – 90 com café casal.

Circuito Bivolt de Surf e Bodyboarding aterrisa em Itacaré dias 6 e 7 de setembro

Circuito Bivolt de Surf válido para o Circuito Baiano Amador
Circuito Bivolt de Surf válido para o Circuito Baiano Amador

A segunda etapa do Circuito Bivolt de Surf e Bodyboarding apresentada pela Backdoor Surf Shop será realizada nos dias 6 e 7 de setembro, na praia da Tiririca, em Itacaré, sul da Bahia. Os melhores atletas do estado marcarão presença no circuito que se torna válido como Baiano Amador de Surf e Bodyboarding Masculino em 2014. As categorias em disputa serão a Master (a partir de 35 anos), Open (qualquer idade), Junior (até 18 anos), Mirim (até 16 anos), Iniciante (até 14 anos), Infantil (até 12 anos), Surf Open Feminino e Bodyboarding  Masculino Open, com vagas limitadas e inscrições encerradas até a sexta-feira, dia 5 de setembro, no local do evento. A premiação será de pranchas, bloco, bodyboards, kits e troféus.

É obrigatória a apresentação do RG por parte dos atletas.

No final de semana que antecede a prova haverá uma ação ambiental juntamente com a Associação de Surf de Itacaré e amigos para limpeza de praia no trecho da Ribeira até a Prainha e chegando lá, haverá uma seletiva para os atletas locais conseguirem vagas gratuitas na competição.

A nova gestão da Federação Baiana de Surf aproveita para divulgar o número de vagas para a primeira etapa e valores das inscrições. Vale lembrar que toda associação terá que seguir o calendário de ações educacionais que será enviado pela FBS.

A segunda etapa do Circuito Bivolt de Surf e Bodyboarding apresentada pela Backdoor Surf Shop tem o patrocínio da Bivolt Energy Drink. O Apoio fica por conta da Prefeitura Municipal de Itacaré, Secretaria de Esporte, cultura e lazer, Secretaria de turismo, Metal Vidros, Pernalonga Surfboards, Genesis Bodyboards, The One Fyns, Blue Coast e Biquínis Três Marias. A realização é da Associação Ilheense de Surf e Associação Ilheense de Bodyboarding em parceria com a Associação de Surf de Itacaré e homologação da Federação Baiana de Surf e Federação de Bodyboard do Estado da Bahia.

A Cobertura completa você poderá acompanhar nos veículos que apoiam o esporte baiano. Mais informações na página do Facebook Associação Ilheense de Surf ou Bivolt Energy Drink.

Contato por telefone pelo número 73 9160-6838.

Os atletas de Salvador e região que queiram se inscrever devem entrar em contato com: Ricardo Melloni (Alemão)

E-mail: rwmelloni@hotmail.com

Fone: 71 8706 8999 OI ou 71 9137 6894 TIM

Categorias, vagas, valores e premiação para o campeão da etapa. Master – 16 vagas – R$60,00 – Prancha
Open – 32 vagas – R$60,00 – Prancha
Júnior – 16 vagas – R$60,00 – Prancha
Surf Feminino – 12 vagas – R$30,00 – Biquínis
Mirim – 16 vagas – R$60,00 – Prancha
Iniciante – 16 vagas – Bloco
Infantil – 12 vagas – Kits
Bodyboarding Masculino Open – 16 vagas – R$50,00

OBS: Não fazemos reservas de vagas.

Nova diretoria da Federação Baiana de Surf divulga calendário 2014

A nova diretoria da Federação Baiana de Surf vem através do presidente Carlos Abdalla divulgar o calendário dos eventos após a eleição realizada no último dia 22, em Salvador, Bahia.

Os atletas terão mais tempo para organizar sua ida para as etapas. O surf baiano terá diversos eventos ainda em 2014 e já pode comemorar bons resultados como o título brasileiro do ilheense Wallace Júnior, além do Itacareense Daniel Matos com duas vitórias no nacional e o soteropolitano Ives Lopes que também venceu uma prova.

Além disso, os atletas baianos foram campeões por equipes na etapa do Brasileiro Amador em Salvador e vice na quarta etapa, realizada em Pernambuco. Graças ao talento dessa nova safra de competidores, o estado vem se consolidando como uma potência nacional.


A FBS agradece primeiramente a confiança de todos e espera que as entidades entrem em contato e façam essa parceria promovendo ações para o crescimento do surf. A entidade já pensa no calendário de 2015.

Veja aqui o Calendário

2ª etapa do Circuito Bivolt de Surf e Bodyboarding 2014

Bricio Argolo (vice-presidente da FBS, Hongos Araujo (Presidente ASI), Miguel Reis (diretor de eventos), Victor Kruschewsky (diretor da AIS)
Bricio Argolo (vice-presidente da FBS, Hongos Araujo (Presidente ASI), Miguel Reis (diretor de eventos), Victor Kruschewsky (diretor da AIS)

Confirmada a segunda etapa do Circuito Bivolt de Surf e Bodyboarding 2014, nos dias 6 e 7 de setembro, na praia da Tiririca, Itacaré, Bahia. Etapa válida pelo Circuito Baiano de Surf e Bodyboarding.

No dia 28 de julho e confirmamos juntamente com os secretários Julio Oliveira de Turismo e Luiz Quadros, de Turismo, lazer e cultura e também com o diretor de eventos, Miguel Reis e o presidente da Asssociação de Surf de Itacaré, Hongos Araújo.

Agradecemos também ao prefeito Jarbas pelo reconhecimento ao esporte e por ouvir dele que o mesmo é uma prioridade. “Queremos sempre oferecer iniciativas que motivem os jovens de Itacaré.”, afirmou o prefeito.

Obrigado em nome de todos e que venha setembro!!

É a Federação Baiana de Surf mostrando serviço!

Equipe Baiana fica com o 2º lugar no Brasileiro

Namor Cayres é um dos integrantes da Equipe Baiana.
Namor Cayres é um dos integrantes da Equipe Baiana.
A Bahia vem recuperando o posto de umas das melhores equipes de Surf Amador do País.
Neste final de semana, 26 e 27 de julho, em Itapuama, Pernambuco, a nossa equipe conseguiu obter a segunda colocação no geral.
Clique aqui e veja os resultados individuais!
A nova direção da Federação Baiana de Surf não mediu esforços para levar a Equipe Baiana e já está obtendo bons resultados. A Bahia subiu agora para o 5º posto no Ranking Brasileiro.
Segundo Carlos Abdalla, presidente da FBSurf: “Conquistar essa colocação fora de casa é fruto de um trabalho árduo que está epenas começando.”
A evolução continua!
Parabéns aos envolvidos.

Entrevista do Presidente Abdalla

 

 

Presidente da FBSURF 2014/2018. Crédito SurfBahia
Presidente da FBSURF 2014/2018. Crédito SurfBahia

Reproduzimos aqui a entrevista ao Portal SurfBahia do nosso Presidente Carlos Abdalla, recém eleito para o período de 2014/2018.

Na noite da última terça-feira, Carlos Abdalla, 40 anos, foi eleito o novo presidente da Federação Baiana de Surf (FBS).

Abdalla possui diversos serviços prestados à própria Federação e também a entidades como a Associação Brasileira de Longboard (ABL) e Associação Nordestina de Surf (ANS), onde exerce a função de tour manager. Também já trabalhou em muitos eventos da Confederação Brasileira de Surf (CBS).

O novo presidente da FBS é também empresário no ramo de confecção, e avisa: “Não pretendo ganhar dinheiro com o esporte, nem quero. Tenho a minha vida estabilizada e por isso, antes de mais nada, quero deixar claro. Sempre vemos as pessoas falando que fulano tem aquilo porque roubou o surf, comprou aquilo com o dinheiro público. Tudo o que tenho é graças ao sucesso das minhas empresas e não quero nenhum dinheiro do surf”.

Nesta entrevista ao SurfBahia, Carlos Abdalla fala sobre os seus planos como presidente e também sobre o processo de eleição da FBS.
 
Como presidente eleito, qual será seu primeiro passo à frente da FBS?

Primeiramente reorganizar tudo para 2015. Já demos o primeiro, que é promover a primeira etapa do Estadual em setembro, e isso já é um grande passo em uma época de eleições e crise no mercado.



O surf profissional no Estado vive um declínio há alguns anos com poucos eventos e sem um Circuito forte e competitivo. Como enxerga esse quadro atual e quais as medidas para retomar o Circuito Baiano Profissional?


O surf está em declínio em todo o país, não só a Bahia. As pessoas têm a mania de dizer que “só” aqui na Bahia acontece isto, e sabemos que a crise está no Brasil inteiro. Temos que conversar muito para poder dar uma diretriz a um evento profissional ou Pro / Am.
 
Notamos um hiato entre as gerações de competidores na Bahia e talvez isso seja reflexo da falta de investimentos nas categorias amadoras e em uma equipe na disputa do Brasileiro Amador. Quais os planos para formar novos talentos e um time forte para brigar pelo título do Brasileiro Amador?
 
Excelente pergunta. Em nossa gestão, fizemos muitas etapas do circuito amador, facilitando e muito para que todas as associações ou produtores de evento fizessem estas etapas, pois o atleta não precisa de “megas” palanques, e sim de premiação. Ele precisa de eventos para ficar afiado e fazer bonito no circuito brasileiro de surf amador e outros eventos fora do estado. Sou contra cobrar “taxa” de filiação a entidades que já não têm como sobreviver, fazendo com que as poucas que promoviam eventos não demonstrassem mais a vontade de realizar algo. 



Antes das eleições, notou-se um certo conflito entre algumas associações de surf do Estado. Qual sua posição diante dessas controvérsias e como será sua relação com as outras associações?
 
Uma associação tem o direito de exigir algo desde que promova algo em prol de seus associados. Visualizava entidades que não fazem mais nada há muito tempo querendo votar porque já têm muito tempo de “fundada”. Isto é injusto com aquela que, independente do ano em que foi criada, faz algo para o esporte. Todas as entidades serão bem vindas e convidadas a realizar seus eventos para seus associados.



Sua gestão será de 4 anos à frente da entidade. Como o senhor gostaria de ver a FBS em 2018?

Com um circuito sólido, forte em todas as categorias, com atletas representando o estado como ele merece ser representado!!



No fórum da reportagem sobre a eleição e pelos comentários nas redes sociais, muitos internautas questionaram as chapas concorrentes e a grande maioria não acredita na melhoria da FBS. Como vê essa descrença por parte dos surfistas baianos?
 
As chapas foram criadas por pessoas que poderiam assumir a Federação, porém os internautas não sabem que muitas associações “apareceram” e queriam a qualquer custo votar, o que já era de se estranhar… Foram criadas “regras” para que elas pudessem votar e a novela durou 7 meses, com todos os presentes em cada reunião concordando com tudo. Quando chegava a época em que já era para votar, mais uma vez se dava uma nova chance, e aí vimos no que deu. O surf esta caótico no país como um todo. Isto não acontece somente na Bahia, mas estaremos trabalhando para alavancar o esporte. Hoje temos a CBS na Bahia e temos que trabalhar alinhados com a Confederação para que em um futuro próximo possamos revelar novos campeões .
 
Na sua opinião, o Circuito Baiano Amador deve ser separado ou junto do Profissional? Qual a premiação mínima da Pro que pretende distribuir?
 
Vejo que o circuito amador poderia ser junto, porém extiguindo a categoria “Open” e criando a categoria Pro / Am. Com a inclusão desta categoria e a exclusão da Open, todas as associações poderiam fazer o mesmo. Não posso prometer nada com a categoria Profissional, pois é muito cedo e qualquer promessa hoje seria uma mentira.
 
O objetivo é promover etapas do Circuito em lugares mais tradicionais, como Jaguaribe, Stella, Olivença, Itacaré, ou passar também por praias menos badaladas?
 
Os atletas lembram que sempre em janeiro abríamos o Amador em Canavieiras, um evento simples, porém já era um treino para todos. Fizemos Estadual em Belmonte. Veja bem, dois munícipios que fazem parte da Bahia e muitos não conhecem. Com toda certeza estes e outros estarão de volta em 2015, pois a Bahia vai da praia do Costa Azul, no norte, até a divisa com o Espírito Santo, no município de Mucuri.
 
Pretende desenvolver alguma ação durante o WQS Surf Eco Festival em Itacaré, como a FBS fez no ano passado, ou é contra promover etapas junto com outros grandes eventos?
 
Sou a favor de que todos os grandes eventos que chegam à Bahia façam algo em beneficio do Estado e de seus atletas. Se, por exemplo, temos uma estrutura montada com tudo e se há vontade de ambas as partes, para mim, quantos mais eventos para os atletas do Estado, melhor .

Abdalla é eleito para o período 2014/2018

Abdalla o novo presidente laureado pelos seus eleitores
Abdalla o novo presidente laureado pelos seus eleitores

A nova diretoria que vai comandar a Federação Baiana de Surf (FBS) foi eleita na noite desta terça-feira, no Auditório Astor Pessoa, na sede da FTC, em Salvador (BA).

Carlos Abdalla é o presidente da chapa que levou a melhor na votação. Ele comanda a entidade até o ano de 2018.

A diretoria conta ainda com Brício Argolo (vice-presidente), Rosa Cayres (secretária) e André Cardoso (tesoureiro).