Arquivo da tag: CBSURF

NOTA DE ESCLARECIMENTO FBSURF

cropped-001

A Federação Baiana de Surf vem a público esclarecer sobre algumas afirmações feita pelo blogueiro Demétrio Vecchioli, na matéria intitulada “Dossiê mostra que federações de fachada ‘comandam’ o surfe no Brasil”, para o Blog Olhar Olímpico, em 04 de março deste ano.

6

A FBSurf recebeu com surpresa o afastamento do presidente da CBS pela Justiça Federal de Brasília e não nos coube outra posição se não acatar a decisão judicial. Dias depois dessa decisão judicial o presidente Marcelo Barros recebeu um telefonema do vice presidente da CBSurf que assumiu o cargo interinamente, Sr. Guilherme Pollastri, onde sugeriu um encontro com outras federações em Maracaípe, no estado de Pernambuco. Acatando a decisão judicial Marcelo Barros informou a diretoria da Federação Baiana de Surf, o convite feito pelo presidente interino e após a confirmação da presença de outros presidentes de federações do Brasil a FBSurf assumiu o compromisso de estar presente no encontro em Pernambuco.

O resultado do encontro em Pernambuco apontou para uma nova reunião no Rio de Janeiro para uma Assembleia Geral Extraordinária com a participação demais Federações do Brasil, para afastamento do presidente Adalvo Argolo,  que neste intervalo, a Justiça Federal tomou a decisão de reconduzir ao cargo o presidente afastado e a Federação Baiana de Surf, mais uma vez, acatando a decisão judicial resolveu não comparecer ao encontro no Rio de Janeiro, uma vez que a assembléia não teria validade jurídica, da mesma forma que houve esse entendimento por outras Federações que estiveram presentes na reunião em Maracaípe e não compareceram ao ato do dia oito de março.

A Federação Baiana de Surf prima pela obediência as decisões judiciais e a ordem pública, temos um compromisso com o surf e com os atletas do nosso estado, que é fazer o melhor pelo esporte e para os atletas, não vamos entrar em disputas políticas nem questões particulares. Quanto às acusações do dossiê produzido pelo shaper carioca Henry Lelot, que usou uma rede de contatos nos estados para identificar o real funcionamento das Federações, cabe às mesmas se defenderem.

Todavia, quanto à afirmação do blogueiro Demétrio Vecchioli, onde classifica dissimuladamente as Federações sendo contra ou a favor de derrubar o presidente eleito da CBSurf, sem aumenos entrar em contato oficial com os representantes legais das mesmas, para conhecer suas reais posições, a FBSurf declara que não pertence a nenhum grupo político, que não é a favor ou contra qualquer  dirigente eleito, que respeita todos de igual forma e que além de ter um grande trabalho a fazer pelo Surf do estado da Bahia, a nova Diretoria  Executiva da FBSurf sempre esteve e sempre estará do lado da VERDADE, e chamais apoiaria quaisquer atos de irregularidades cometidas pelos membros dos cargos eletivos, tanto da Presidência quanto do Conselho Fiscal, assim como dos cargos de confiança da CBSurf.

A grande oportunidade de esclarecimento de todas as denuncias contra a presidência da CBSurf, será na Assembléia Geral Ordinária, que deverá acontecer, estatutariamente,  até o dia 31 de março, onde será apreciado o Relatório Anual do Presidente relativo às atividades e as Contas do exercício de 2018, precedidas do parecer do Conselho Fiscal, observando os princípios fundamentais das Normas Brasileiras de contabilidade, para serem aprovadas ou não pelas Federações filiadas adimplentes.

No âmbito estadual

Aproveitando a oportunidade, a FBSurf esclarece também que não guarda rancor nem mágoas dos que nada fazem além de falar, falar e de torcer contra o nosso esforço voluntário de fazer o melhor pelo surf e por nossos atletas que, merecem nosso sacrifício por acreditar que na Bahia temos atletas de grande potencial e é pelos que acreditam em nossa luta que trabalhamos com amor e dedicação.

Esta nova gestão da Federação Baiana de surf, que começou em 8 de abril de 2018, portanto há quase 11 meses e encontrou a Federação Baiana de surf com o passivo de quase R$20.000 (vinte mil reais), entre débitos com a Receita Federal, Secretaria da Fazenda Estadual, Prefeitura Municipal de Salvador além de algumas contas em bancos encerradas. Totalmente acéfala e sem funcionamento administrativo, sem sede própria, a Federação Baiana de surf não tinha funcionabilidade nem vínculos institucionais com as Instâncias de Governança do Estado da Bahia.

Desde 2015, quando foi campeã brasileira amadora, a equipe baiana de surfe não mas disputou competições nacionais trazendo grandes prejuízos aos atletas, às instituição, bem como ao surf baiano. Numa força tarefa, envolvendo toda a diretoria da Federação Baiana de Surf, procuramos todos os órgãos públicos e instituições financeiras com os quais a Federação tinha pendências e fizemos um levantamento para avaliarmos a situação. Propomos parcelamento de todas as dívidas da FBSurf e hoje zeramos todas as pendências da Federação. Estamos com todas as certidões negativas e já podendo realizar Convênios e parcerias com todos os Órgãos Públicos. Estamos com saldo POSITIVO na Caixa Econômica Federal, Agência 4668, Conta Corrente 668-6.

No ano passado, com três meses da nova gestão, já tínhamos feito visitas a vários órgãos do estado que abriram as portas para a Federação Baiana de Surf e por conta disso, em julho de 2018, porém com apenas quatro meses de gestão numa parceria com a SUDESB, levamos a equipe baiana de surf amador voltar a participar do Circuito Brasileiro, depois de quatro anos sem competir. A primeira etapa aconteceu em Maracaípe estado do Pernambuco e a equipe baiana foi campeã na categoria sub 16 com o atleta David Mendes.

Em Assembleia Geral Ordinária, que aconteceu no dia 8 de fevereiro de 2019, em Salvador, como determina o estatuto da entidade, com a presença de todas as filiadas, vinculadas e representantes dos atletas, após 20 anos a Federação Baiana de surf presta contas ao Conselho Fiscal do exercício de 2018, onde todas as contas foram aprovadas por unanimidade  pelos presentes e pela primeira vez na história da FBSurf, o relatório das atividades, os balancetes de movimentação financeira, bem como o relatório de aprovação do conselho fiscal, encontram-se disponíveis no site da instituição, seguindo a risca os princípios de transparência, eficiência e responsabilidade corporativa.

Há poucos dias foi anunciado: o planejamento anual de trabalho da Federação Baiana de surf que incluem, o Circuito Baiano   de surf com três etapas institucionais na categoria profissional, que serão válidas pelo Ranking da ABRASP, atraindo surfistas de alto nível técnico para o Circuito Baiano Profissional 2019, além de cinco etapas institucionais na categoria amadora; a realização de um Seminário Baiano de surf, com cinco eixos temáticos; a realização de um curso de formação de novos juízes e reciclagem para o quadro existente; além de ter sido anunciado também o chamamento de uma AGE específica para a criação da Comissão Permanente dos Atletas que terão direito a voto, fazendo da Federação Baiana de Surf a única no Brasil a ter uma comissão de atletas, como orienta as novas diretrizes do COB -Comitê Olímpico Brasileiro.

Também foram convocadas todas as filiadas para entrega da documentação para revalidar as filiações junto à Federação Baiana de Surf, assim como foram convidadas todas as Associações e Clubes de Surf que desejam se filiar ou se vincular à Federação Baiana Surf e possam ter seus eventos homologados pela FBSurf. Estamos buscando fortalecer as associações por entendermos que elas são fomentadoras do surf de base e responsáveis diretas pelo aparecimento de novos talentos do surf da Bahia e, nós devemos dar todo apoio as nossas filiadas vinculadas e clube de surf que estejam alinhadas com os nossos propósitos.

Por fim, mas não menos importante, depois de cinco anos, a Federação Baiana de Surf voltou a ter sua sede própria no edifício do Palácio dos Esportes, primeiro andar, na praça Castro Alves, no centro de Salvador.

A Federação Baiana continua acreditando no Surf, nos nossos atletas, nos dirigentes das entidades e permanece sempre aberta às opiniões, sugestões, dicas e críticas construtivas que possam contribuir para a evolução do Surf no Estado da Bahia e no crescimento e desenvolvimento das entidades filiadas e vinculadas.

ALOHA!

Decisão na Etapa final do CBSurf Júnior Tour em Salvador e a Equipe Baiana é vice campeã da etapa

48373003_1930219033694388_8812786142748344320_n
Cerimonial de abertura. Foto: Mateus Carvalho e Aleko Stergiou

Surfistas de nove estados participaram no último sábado (15), da cerimônia de abertura da quarta e última etapa do CBSurf Junior Tour, realizada no centro de treinamento HCT, na Praia do Flamengo, em Salvador (BA).

Continue reading Decisão na Etapa final do CBSurf Júnior Tour em Salvador e a Equipe Baiana é vice campeã da etapa

Federação Baiana de Surf sedia “Os melhores do ano”.

FBS 2018

No próximo fim de semana, acontecerá no Centro de Treinamento HCT, na Praia do Flamengo, a etapa final do Campeonato Brasileiro de Surf Amador, promovida pela Confederação Brasileira de Surf e homologada pela Federação Baiana de Surf. Na oportunidade, será realizada na sexta-feira (14), a entrega da premiação “Os melhores do ano”, certificando os campeões de cada categoria no ranking baiano de surf.

Para a diretoria da FBSurf, a cerimônia marca um ano de transição, muito trabalho, muito aprendizado, algumas conquistas e grande avanço para o surf no estado, evidenciando a dedicação da nova gestão do surf baiano.

Stella Maris recebe tops do Brasileiro Amador

A Praia de Stella Maris recebe, entre os dias 14 e 16 de Dezembro, o Circuito Brasileiro Amador 2018 para atletas até 18 anos, selecionados pela federação de cada Estado da União. Vão estar presentes, os melhores surfistas rankeados de seus estados. Vale lembrar que todos atletas Brasileiros que, atualmente, disputam o CT, disputaram esse circuito.

Continue reading Stella Maris recebe tops do Brasileiro Amador

Baterias e Cronograma III Etapa do CBSURF Junior Tour

Prainha, em São Francisco do Sul, será o Palco da 3ª etapa do Circuito Brasileiro Júnior 2018. 9 estados já estão confirmados.
cartaz para divulgação
A CBSurf confirmou no início desta semana os primeiros confrontos do Pró Ilha CBSurf Júnior Tour 2018.O líder da categoria Sub18, Leonardo Barcelos vai enfrentar o baiano Davi Mendes e o vencedor da última etapa do Circuito Adriano de Souza, na praia do Morro das Pedras, em Florianópolis, o local da Prainha, em São Chico, Arthur Romão. Na Sub16, o líder potiguar Mateus Sena, enfrenta o paulista Daniel Adisaka, o baiano Diogo Santos e o catarinense Gustavo Ramalho.

Nossolar Construtora/Backfish Brasileiro CBSurf reúne tops em Itacaré

Válido como terceira etapa do ranking que define os Campeões Brasileiros de Surf Profissional e segunda do Master, o Nossolar Construtora, apresenta: Backfish Brasileiro CBSurf Master Tour 2018 atrai tops Brasileiros para Itacaré.

Continue reading Nossolar Construtora/Backfish Brasileiro CBSurf reúne tops em Itacaré

REUNIÃO DE TRABALHO NA SETUR

40802744_2135291280075266_5666947697664327680_n

Finalizando uma semana de intenso trabalho a Federação Baiana de Surf participou na manhã de hoje, dia 03, no Palácio Rio Branco, na Sede da Secretaria de Turismo do Estado, de uma reunião de trabalho para tratativas das Etapas do Campeonato Brasileiro de Surf nas categorias Profissional Masculino e Feminino, Amador, Master e Longboard. Estiveram presentes Dra. Angela Fucs representante da SETUR, Dr. Elias Dourado da SUDESB e Adalvo Argolo Presidente da CBS, que justificou a volta do Campeonato Brasileiro que vem fazendo um grande sucesso por todos os Estados onde já aconteceram as etapas. A expectativa é que os eventos aconteçam em Salvador e Itacaré até o mês de novembro quando serão conhecidos os campeões de cada categoria.

Além dos eventos de Surf a Federação Baiana vai realizar um grande Seminário durante a Etapa do Brasileiro Amador para discutir o momento do Surf no Bahia, o Seminário terá seis Eixos Temáticos e será voltado para atletas, árbitros, técnicos, profissionais de educação física, empresários do ramo, mídia especializada e simpatizantes do Surf. A assessoria de comunicação da Federação vai lançar um site para receber as inscrições on line que terão vagas limitadas.

Seleção brasileira de surf para o Mundial Sub18 na Califórnia é formada em Maresias

TIME BRASIL - FOTO: ALEKO STERGIOU
TIME BRASIL – FOTO: ALEKO STERGIOU

Estão classificados – na soma das etapas de Pernambuco e agora de São Paulo – o catarinense (atualmente morando em SP) Leonardo Barcelos e o cearense radicado no Rio de Janeiro, Cauã Costa, e o paulista Samuel Pupo como convidado, na sub18 masculina; a carioca radicada em SP, Júlia Duarte, a paulista Isabela Saldanha e Anne dos Santos, do RJ, como convidada, na sub18 feminina; o potiguar Mateus Sena e os paulistas Diego Aguiar e Eduardo Motta (convidado), na sub16 masculina; a catarinense Tainá Hinckel, a carioca Maju Freitas e a paulista Sophia Medina, na sub16 feminina.

Leo_Barcelos-Aleko_Stergiou
LEONARDO BARCELOS – FOTO: ALEKO STERGIOU

“Teremos um time homogêneo no masculino e no feminino e acredito que a gente vá para disputar o título este ano”, falou o presidente da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf), Adalvo Argolo. “Muito importante ter essa etapa em São Paulo, onde o surf está mais forte no Brasil. Esse evento cada dia está ficando mais bonito. Mostra que o surf vai continuar fazendo novos Medinas, novos Italos, novos Filipes”, reforçou o dirigente.

MATEUS SENA - FOTO: ALEKO STERGIOU
MATEUS SENA – FOTO: ALEKO STERGIOU

Além das vagas para o Mundial, a Prefeitura de São Sebastião apresenta Maresia Júnior SP marcou a segunda etapa do ranking, nas disputas dos títulos brasileiros de base de 2018. Com um time forte e muito unido, Santa Catarina levou por equipes novamente, mantendo a liderança por estados.

TAINÁ HINCKEL - FOTO: ALEKO STERGIOU
TAINÁ HINCKEL – FOTO: ALEKO STERGIOU

Todos os quatro finalistas das cinco categorias receberam medalhas (ouro, prata, bronze e cobre), além de kits da Maresia; os vencedores ganharam pranchas Silver Surf e os segundos colocados da sub18 e sub16 masculinas, blocos X-Tra Foam. No total, o CBSurf Júnior Tour 2018 terá quatro etapas, com o próximo encontro em Santa Catarina nos dias 5 a 7 de outubro, e a final na Bahia, nos dias 16 a 18 de novembro.

juliaduarte9
JULIA DUARTE – FOTO: ALEKO STERGIOU

RESULTADOS DA ETAPA

SUB18 MASCULINA

1 Uriel Sposaro – SC

2 Mateus Sena – RN

3 Leonardo Barcelos – SC

4 Leo Casal – SC

 

SUB18 FEMININA

1 Júlia Duarte – RJ

2 Júlia Camargo – RJ

3 Pamella Mel – SC

4 Isabela Saldanha – SP

 

SUB16 MASCULINA

1 Mateus Sena – RN

2 Heitor Muller – SC

3 Diego Aguiar – SP

4 Lucas Lisboa – PE

 

SUB16 FEMININA

1 Tainá Hinckel – SC

2 Isabela Saldanha – SP

3 Maju Freitas – RJ

4 Júlia Duarte – RJ

 

SUB14 MASCULINA

1 Gabriel Klaussner – SP

2 Heitor Muller – SC

3 Sunny Pires – RJ

4 Rodrigo Saldanha – SP

 

ESTADOS

1 Santa Catarina – 5.951 pontos

2 São Paulo – 5.302

3 Rio de Janeiro – 3.753

4 Rio Grande do Norte – 3.474

 

RANKING APÓS 2 ETAPAS

SUB18 MASCULINA

1 Leonardo Barcelos – SC – 1.710

2 Mateus Sena – RN – 1.431

3 Cauã Costa – RJ – 1.385

4 Matheus Gomes – SP – 1.312

 

SUB18 FEMININA

1 Júlia Duarte – RJ – 1.810

2 Tainá Hinckel – SC – 1.656

3 Isabela Saldanha – SP – 1.458

4 Pamella Mel – SC – 1.240

 

SUB16 MASCULINA

1 Mateus Sena – RN – 1.900

2 Diego Aguiar – SP – 1.466

3 Lucas Lisboa – PE – 1.385

4 Heitor Muller – SC – 1.330

 

SUB16 FEMININA

1 Tainá Hinckel – SC – 2.000

2 Maju Freitas – RJ – 1.710

3 Sophia Medina – SP – 1.466

4 Nalanda Carvalho – PB – 1.385

 

SUB14 MASCULINA

1 Heitor Muller – SC – 1.900

2 Caio Costa – SP – 1.531

3 Sunny Pires – RJ – 1.092

4 Ryan Kainalo – SP – 1.062

EQUIPES

1 Santa Catarina – 2.000

2 São Paulo – 1.800

3 Paraíba – 1.401

4 Rio de Janeiro – 1.341

 

Fonte: FMA Notícias/FPSurf e CBSurf

Foi dada a largada do Maresia Júnior SP 2018

8
FOTOS DIVULGAÇÃO. CRÉDITO: ALEKO STERGIOU

Valendo vagas nas categorias sub18 e na sub16, no masculino e na feminina, a 2ª etapa do Brasileiro de base é decisiva para formar a seleção ISA World Junior Surfing Championship, o Mundial Sub18, na Califórnia/EUA. A seleção contará com 12 atletas, três em cada categoria – sub18 e sub16 masculinas, sub18 e sub16 femininas, sendo que em cada faixa etária, dois representantes serão definidos pelo ranking (etapas de Pernambuco e São Paulo) e o terceiro convidado pela Confederação Brasileira de Surf.

Davi Mendes BA venceu Sub 16 na abertura CBSurf Júnior Ipojuca, PE Tour Foto Cláudio Damangar 1
FOTOS DIVULGAÇÃO. CRÉDITO: JUNIOR SOUZA

Entre as forças presentes em Maresias, destaque para o baiano Davi Mendes, líder da sub16 com chances reais de integrar a seleção brasileira nos Estados Unidos.

wp_ss_20180804_0001
FOTOS DIVULGAÇÃO. CRÉDITO: JUNIOR SOUZA

O Time Bahia está bastante motivado para conquistar bons resultados… Aloha!!!

image003

Meeting Técnico da Equipe Baiana

C__Data_Users_DefApps_AppData_INTERNETEXPLORER_Temp_Saved Images_38513921_2105857913018603_1006043342594637824_n

Após três dias de treinos a Equipe Baiana de Surf recebeu as últimas orientações na noite desta sexta-feira (3) durante o Meeting ministrado pelo Diretor Técnico Bruno Galini e da Diretora Executiva Carla Circenis que conscientizaram aos jovens atletas da capacidade de cada um e do que eles são capazes de traduzir na água com suas manobras. David Mendes que foi campeão da Categoria Sub 16 em Maracaipe está super empolgado porque se obtiver um excelente resultado nas águas frias de Maresias, poderá conquistar uma vaga para o Mundial Sub18, na Califórnia/EUA. Os atletas Tawan Chan, Daniel Matos e Bruno Marroche estão em excelente forma e também vão dar o seu máximo para estarem na mesma condição de David.

A equipe Baiana está bastante motivada e vem agradando ao Diretor Técnico que usa sua experiência de atleta profissional para passar à nova geração a tranquilidade de enfrentar um mar com características diferentes do mar do Nordeste. O Presidente Marcelo Barros e o Diretor Financeiro José Reis cuidam dos detalhes burocráticos para que não falte estrutura para o bom desempenho da Equipe.

A Federação Baiana de Surf está trabalhando com empenho para colocar o surf Baiano de volta ao posto de Campeão Brasileiro.